Uma questão de honra

20/05/2016



Acredito que seja o terceiro ano que eu escrevo para ela aqui no blog,mas nesse ano parece que a dor bateu mais forte do que dos anos anteriores. Hoje é o primeiro dia do Encontro de Motociclistas de Vinhedo,lugar que ela amava frequentar, e foi em um desses tipo de evento que a vi pela última vez.E foi num mesmo Encontro de Motociclistas  que combinamos de irmos ao show do Rammstein em 2010,mas nem deu tempo,pois meses antes do show ela veio a falecer.

Li agora pouco a noticia que a banda virá em terras Tupiniquins, a seis anos atrás eu tinha o dinheiro do ingresso nas mãos,mas não tinha ânimo para tal.Agora é uma questão de honra ir,nem que eu vá sozinha!Afinal não estarei completamente sozinha,tenho que levar de alguma forma essa minha querida amiga junto!No coração de preferência.

Não vou falar aqui sobre quem usa as emoções alheias para se promover,quem suga para si a essência dos outros,não é isso de que se trata esse texto e muito menos esse blog,que aos poucos está voltando ao que ele era a seis anos atrás.Não vou mudar os assuntos relacionados ao universo feminino,mas vai ter um pouco mais de mim aqui!As pessoas ao invés de se esforçarem pra preencher aquilo que lhes falta,tentam pegar a essência do outro pra si,e porque mencionei isso?!Porque cada dia mais as pessoas esquecem de olharem para os lados, e cultivar o que há de melhor nelas mesmas,algumas até sabem que DEVEM mudar,mas dão de ombros... e a Bruna sempre me ensinou a cultivar e  a explorar o que há de melhor em mim.

Nem é mais questão de entretenimento tal show pra mim,ma sim uma questão de enfrentar as perdas sem dor,sem mágoas e sorrir sempre!Mesmo que sorrir doa uma pouco.E sabe?Demorei um pouco para aprender sobre a  minha própria natureza,mas não posso me culpar se não posso ajudar os outros,apenas me doarei para quem é digno e grato...a verdade é que nem todo mundo está aberto a ajuda ou quer se ajudar.Sem querer a Buh me mostrou isso,mesmo após a sua partida...por isso que ela era tão desapegada aos muitos encontros casuais que tinha, e se doava para quem ela gostava...mesmo que a rotina apenas nos restringia ao encontro de final de semana a noite.



Vou ser forte,porque ela acreditava em mim e eu DEVO acreditar em mim,devo mudar certos hábitos,mudar certas coisas afim de encontrar o meu melhor.Encontrar na dor um ponto cego para virar o jogo,ser ainda mais grata por acordar cedo,por fazer a minha parte,por correr atrás!Bruna sempre teve os pés no chão,mesmo não aparentando ela sempre foi a luta daquilo que queria!Nem que fosse a cerveja mais deliciosa da cidade,se fosse pra passar por barreiras para experimenta-la,ela o fazia.Ela não assustava os caras e arrancava inveja da mulheres,porque ela uma mulher alta e de presença marcante,mas porque ela era forte,independente mas sem perder a ternura e a doçura!

É isso que quero para mim,depois de tantos mares revoltos no meu mundo emocional,estou nadando contra a maré pois quero me REENCONTRAR!E como a vida,não vou apagar o que fiz no blog,tem muita coisa aqui que vejo que não faz sentido e que parece birra de uma adolescente,porém mostra os caminhos que percorri,onde me perdi,me anulei,me achei e estou a me reconstruir.Nada mais justo!Pois na vida a gente não consegue apagar nossas pegadas!Acho que tudo vai ser uma questão de honra,de honrar quem eu realmente sou,sem maquiagens ou máscaras para agradar os outros.Não gostou?Há quem goste e ponto,o importante que eu estou a me reencontrar, e no final só sobram em minha vida as pratas finas,as carcaças de alumínio eu nem quero saber!

Buh,segura na minha mão que nós vamos!Mas vou beber água,beleza?Vou bater cabelo,até meu pescoço cair!






Minhas memórias esquecidas



tecnologia do blogger • Créditos